Tenha vários sapatos em um só


Este não é o primeiro sapato que utiliza o recuso de encaixes, mas certamente é um dos mais 
criativos... a designer canadense radicada em Paris Tanya Heath, criou um sapato em que o salto pode ser trocado, variando não só a altura, mas também o estilo. O mesmo sapato vai da sapatilha até o stiletto simplesmente mudando-se o salto. Ao invés de sair de casa calçando um sapatilha e levar na bolsa o scarpin que será usado na reunião ou à noite, é só levar os saltos na bolsa. 

Os sapatos ainda não são vendidos no Brasil e o preço também não é amigável... para conhecer os modelos e saber de outras informações, clique aqui...

Esse outro modelo, criado pela designer israelense Daniela Bekerman, o Ze o Ze(que se traduz em "este ou este" em hebraico), oferece cerca de cinco tipos de saltos que mudam a aparência do sapato para cada ocasião. 

A má notícia é que a criação da designer ainda é um sapato-conceito, não éstá a venda. Saiba mais sobre ele aqui...
Aqui no Brasil, há um tempo atrás, a Dakota lançou o salto Troca-Troca. Nesse modelo, o salto não é trocado, apenas a capa, e cada sapato vem com até três opções.

 
 Não sei se ele ainda é produzido, já que não encontrei nenhuma referência sobre isso.


Logo no início do blog postei um sapato de salto alto que se transformava em sapatilha, criado para que as mulheres pudessem dirigir sem ter que trocar de sapato veja aqui... 
Adoro essas inovações... e vocês?!
Bjussss

Cirurgia Cinderela: você teria coragem de fazer uma cirurgia para diminuir seus pés?


Parece bizarro, mas é verdade: muitas mulheres estão se submetendo a cirurgias estéticas nos pés.
Trata-se de uma série de procedimentos que alteram a forma e o tamanho dos pés, com o objetivo de deixá-los mais adequados aos padrões estéticos.



Cirurgiões ortopédicos não recomendam operações desse tipo, porém, elas estão se tornando cada vez mais populares nos Estados Unidos e Grã-Bretanha. Acredite se quiser, mas um dos principais motivos que levou a maioria dessas mulheres a recorrer a cirurgia foi a falta de opções de calçados com numerações acima de 37.

Antes.

Depois.

A cirurgia Cinderela, que já virou moda lá fora, vem ganhando espaço aqui no Brasil, o procedimento custa em média 14 mil reais.

Mas todo cuidado é pouco: a cirurgia pode ocasionar complicações graves, dores permanentes e movimento articular restrito. Como no caso da imagem acima, a dona desses pés não pode mais usar salto alto, pois seus dedos não se dobram...

Teriam coragem?!
Eu não...
Bjussss

Lembranças...


Esses dias, estava arrumando a casa, desfazendo a bagunça, jogando fora o que não servia mais... e encontrei uma agenda antiga, do tempo da adolescência. Sim, eu  escrevia em agendas, diários e coisas do tipo... e na verdade, essa foi a única que sobrou, a última, escrevi quando tinha 17/18 anos.

Fiquei horas lendo, lembrando daquele tempo, das coisas que vivi... agora, dez anos depois, minha vida é totalmente diferente do que eu imaginava que seria, mas isso não é ruim, muito pelo contrário... amo minha vida atual!


Outra parte bem importante dessa fase foram as amizades, tenho 3 amigas dessa época que me relaciono até hoje, tinhamos até um colarzinho de "amigas para sempre"(todas temos até hoje, inclusive)... mesmo que a gente não se veja regularmente, sempre nos falamos pelo Facebook... aliás, essa é uma das vantagens dos "tempos modernos", antes era só o telefone, e quando tinhamos créditos, rsrsrs... 

Tinha uma parte chata também: como eu escrevia tudo que me acontecia, anos depois, descobri que minha irmã mais velha, junto com a minha mãe liam tudo sem que eu soubesse(invasão de privacidade total!), fiquei bem chateada quando soube...

Então acho que é isso, deu vontade de escrever, escrevi!
Eu tento não transformar esse blog num diário, mas é que as vezes bate uma vontade de escrever sobre mim e fica difícil controlar...
Bjusss

Ah, e sobre a agenda, me deu pena, mas me desfiz dela também, não dá para ficar tão apegada ao passado... porém, guardei todas as fotos, bilhetinhos e coisinhas que não consegui desapegar...