Dica de leitura: Inventei você?


Ontem aproveitei o dia chuvoso para pôr a leitura em dia. Escolhi um livro da minha interminável lista de leitura e para minha surpresa, a história me prendeu de um jeito que não acontecia há muito tempo, tanto que terminei de ler no mesmo dia... 


O livro é ''Inventei você?'' da autora Francesca Zappia. A história fala sobre a vida de uma adolescente que sofre de esquizofrenia e sua luta para se manter sã. No desenrolar da trama, Alex, que sempre foi solitária, conta com o apoio de um grupo improvável de amigos além de alguém especial: Miles, um garoto cheio de problemas, que ela conheceu ainda criança mas pensava ser fruto da sua imaginação. A história tem aquela dose de drama(como a maioria das boas histórias) mas foi escrita de uma maneira tão delicada, com personagens tão cativantes que é meio que impossível não se encantar... 

Outra coisa que me fez gostar muito desse livro foi a mensagem que a autora passou ao dar o desfecho da história. Perto do fim me peguei pensando que o livro não teria um final feliz(particularmente gosto de finais felizes, de ruins já bastam as tragédias da vida real!) mas Francesca mostrou uma conclusão consciente da história, apesar de pouco elaborada. 

Sinopse daqui:
Alex está no último ano do ensino médio e trava uma batalha diária para diferenciar realidade de ilusão. Armada com uma atitude implacável, sua máquina fotográfica, uma Bola 8 Mágica e sua única aliada — a irmã mais nova —, ela declara guerra contra sua esquizofrenia, determinada a permanecer sã o suficiente para entrar na faculdade. E Alex está bem otimista com suas chances, até se deparar com Miles. Será mesmo aquele garoto de olhos azuis com quem ela compartilhou um momento marcante no passado? Mas ele não tinha sido produto da sua imaginação? Antes que possa perceber, Alex está fazendo amigos, indo a festas, se apaixonando e experimentando todos os ritos de passagem tipicamente adolescentes. O problema é que ela não está preparada para ser normal. 
Engraçado, provocativo e emocionante, com sua protagonista nada confiável, Inventei você? vai fazer os leitores virarem as páginas alucinadamente, tentando decifrar o que é real e o que é invenção de Alex.

Juro que fiquei querendo uma continuação dessa história!
Bjusss

Continue lendo ►

Shudu: a modelo que só existe no Instagram


Essa semana, depois de ver vários fakes sendo expostos me deparei com um que nem imaginava: a modelo Shudu(com mais de 100 mil seguidores no instagram) não existe! Isso mesmo, o fotógrafo Cameron-James Wilson criou Shudu no computador. Ele disse que nunca quis enganar ninguém, Shudu é uma "obra de arte" e uma celebração "virtual" da beleza da mulher negra. Conforme Shudu foi ganhando popularidade, as pessoas começaram a questionar se ela era mesmo real devido a sua perfeição, foi aí que Cameron decidiu que era hora de contar a verdade sobre ela. Confesso que já tinha visto umas fotos dela por aí e nem imaginei que não fossem reais...


Lendo sobre a Shudu descobri que ela não é a única modelo virtual que faz sucesso no instagram. @lilmiquela é uma influenciadora com mais de 1 milhão de seguidores e já fez propaganda para diversas marcas famosas. A diferença é que na maioria das fotos podemos ver que Lil não é real, já as fotos da Shudu enganam mesmo...

Se por um lado é legal poder ver novos perfis, ideias diferenciadas, por outro penso que elas estão tirando o espaço de pessoas reais e como são influenciadoras, as pessoas irão querer se comparar a elas, buscando uma perfeição inatingível, irreal... até que ponto isso é saudável?

Bjusss
Continue lendo ►

Casa com afeto: a decoração do apartamento da Bruna Linzmeyer


Sabe aquela frase o simples pode ser inspirador?! Acho que se encaixa perfeitamente no post de hoje...


No ano passado li uma matéria sobre a decoração do apartamento da atriz Bruna Linzmeyer. Decoração essa que gerou muita polêmica pela internet por ser única, diferente da mesmice que a gente está acostumado a ver por aí... Bruna escolheu decorar com afeto, cada peça tem um significado, um porquê de estar ali... mas muita gente não se conformou e resolveu dar pitacos, inclusive acusando a atriz de querer fingir ser pobre(???) por causa dos objetos escolhidos...


Provavelmente eu não escolheria algumas daquelas peças, mas isso não me dá o direito de dizer que a decoração está feia, afinal, a casa tem que refletir a personalidade do seu dono. Ao olhar as fotos  gente percebe que cada cantinho foi pensado, os objetos escolhidos têm valor sentimental... no final das contas tudo se encaixa e combina perfeitamente...

 

  

 

 

 

 

Parece que tudo que foge ao comum incomoda, a maioria das pessoas nem parou pra pensar nos motivos da Bruna ter escolhido tais peças, simplesmente a criticaram por não se encaixar no que a sociedade diz que deveria ser o certo... acho meio preocupante essa mania que algumas pessoas têm de atacar alguém apenas por ser diferente... temos que aprender a respeitar as diferenças e os gostos de cada um!

A matéria completa, com mais fotos sobre a decoração e o vídeo onde ela conta o porquê de suas escolhas está aqui
Bjusss
Continue lendo ►

Dica de leitura: "o segredo do meu marido" e "a garota perfeita"


Resolvi dar uma passadinha rápida aqui para deixar a dica de dois livros ótimos que li esse mês: "O segredo do meu marido" da Liane Moriarty e "A garota perfeita" da Mary Kubica.


Liane Moriarty também escreveu "Big Little Lies", aquele livro que virou série... dá uma olhada na sinopse de "O segredo do meu marido":
Imagine que seu marido tenha lhe escrito uma carta para ser aberta apenas depois que ele morresse. Imagine também que essa carta revela o pior e o mais profundo segredo dele - algo com o potencial de destruir não apenas a vida que vocês construíram juntos, mas também a de outras pessoas. Imagine, então, que você esbarra nessa carta enquanto seu marido ainda está bem vivo...
Cecilia Fitzpatrick tem tudo. É bem-sucedida no trabalho, um pilar de sua pequena comunidade, uma esposa e mãe devotada. Sua vida é tão organizada e imaculada quanto sua casa. Mas uma carta vai mudar tudo, e não apenas para ela: Rachel e Tess mal conhecem Cecilia - ou uma à outra -, mas também estão prestes a sentir as repercussões do segredo do marido dela.
Emocionante, O segredo do meu marido é um livro que nos convida a refletir até onde conhecemos nossos companheiros - e, em última instância, a nós mesmos.


"A garota perfeita" é um livro daqueles que ninguém imaginaria o final, gostei tanto que já estou de olho em outro livro da Mary... dá uma olhada nessa sinopse:
Mia, uma professora de arte de 25 anos, é filha do proeminente juiz James Dennett de Chicago. Quando ela resolve passar a noite com o desconhecido Colin Thatcher, após levar mais um bolo do seu namorado, uma sucessão de fatos transformam completamente sua vida.
Colin, o homem que conhece num bar, a sequestra e a confina numa isolada cabana, em meio a uma gelada fazenda em Minnesota. Mas, curiosamente, não manda nenhum pedido de resgate à familia da garota. O obstinado detetive Gabe Hoffman é convocado para tocar as investigações sobre o paradeiro de Mia. Encontrá-la vira a sua obsessão e ele não mede esforços para isso.
Quando a encontra, porém, a professora está em choque e não consegue se lembrar de nada, nem como foi parar no seu gélido cativeiro, nem porque foi sequestrada ou mesmo quem foi o mandante. Conseguirá ela recobrar a memória e denunciar o verdadeiro vilão desta história?

Acho que merecia mesmo uma boa leitura depois de penar para ler um outro livro aí ~que nem vou citar o nome~ basicamente era uma cópia mal feita de 50 tons e ainda por cima cheio de preconceitos distribuídos pelas quase 500 páginas... confesso que não consegui terminá-lo, detesto deixar livros inacabados mas esse não deu mesmo...

Então é isso, leiam os dois livros que indiquei e se quiserem leiam e assistam a série "Big Little Lies" também... as histórias são bem escritas, tem ótimos personagens e uns plot twists maravilhosos... recomendo muito!
Bjusss
Continue lendo ►

Vale tudo na busca pelo feed perfeito?


Estava lendo uma matéria sobre a blogueira que fez uma dívida de 10 mil dólares para ter o feed perfeito e fiquei pensando sobre esse assunto... hoje em dia, com a popularização da internet, parece que algumas pessoas perdem a noção das coisas... parece que vale tudo pra ser vista, conhecida, admirada por pessoas que na maioria das vezes nem conhecem... parece que importa mais um feed bonito no instagram do que amizades reais, do que aproveitar a vida de verdade...


Surreal pensar que alguém contraiu uma dívida alta apenas para se mostrar para pessoas que nunca viu. Eu, sinceramente não teria cabeça para isso... imagina passar a vida pensando que tem que ir pra tal lugar, comprar tal roupa, beber tal bebida tudo isso pra tirar uma foto, postar e receber algumas curtidas... Até entendo quem faz disso uma profissão mas é preciso ter um controle, maturidade para lidar com imprevistos e cabeça no lugar para perceber se aquilo está realmente valendo a pena ou não... não dá para ir com tudo, pôr em risco até a própria vida, numa coisa que pode ou não dar certo...
Bjusss
Continue lendo ►